24 de setembro de 2015

família, famílias

não é atribuição do congresso legislar sobre as palavras. sendo assim, o que a lei dirá sobre o conceito de família não mudará o dicionário ou mesmo o modo com os indivíduos conversam ou como utilizam as palavras.

no aurélio, a palavra “família” é utilizada em várias áreas. existem famílias na botânica, na zoologia e até mesmo nas artes gráficas, quando utilizamos o termo “família de fontes”.

quando o aurélio conceitua família para a espécie humana utiliza três conceitos: “grupo de pessoas vivendo sob o mesmo teto (esp. o pai, a mãe e os filhos); grupo de pessoas com ancestralidade comum e; pessoas ligadas por casamento, filiação ou adoção. vejam que ele diz especialmente, e não obrigatoriamente. e vejam que fala sobre adoção e casamento.

se a lei já permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, logo, é família. portanto, a decisão do congresso não vale nada, porque pode, inclusive criar precedentes para que o congresso comece a legislar sobre o conceito de outras palavras no dicionário. e isto é censura. imagina um filósofo ter que se certificar na lei se pode ou não discorrer sobre as distorções ou usos de determinados conceitos. é censura e a censura é inconstitucional.

o dicionário também não é uma panaceia, aquele que decide o conceito. ele apenas registra o que o povo inventa nas ruas. e se existem pessoas do mesmo sexo morando juntas, se amando, dividindo uma casa, e se autodenominam família, o congresso não pode legislar contra isso, porque não vale nada, porque a outra lei que nos protege quando diz que a censura é inconstitucional.

o povo é o inventalínguas, dizia maiakovski. mas estes caras que se elegeram com grana das empreiteiras, nunca leram poesia na vida, nunca abriram um dicionário, enfim, não sabem nada de nada. qualquer um pode se autodenominar família e nenhuma lei feita por essa gente ignorante que ocupa o congresso pode dizer o contrário.

eu vou continuar usando o conceito de família como sendo um conjunto de pessoas que acreditam serem uma família. e quero ver alguém me prender porque estou descumprindo uma lei.

por fim, não esquecer que a palavra família tem origem do latim fâmulo, que significa escravo. libertar-se das amarras da família tradicional também é fundamental.

Nenhum comentário: